Todos os post de Joselba Silveira

Como Escolher Tapetes pra Casa.

Tapete Indiano

Dúvidas para escolher o tapete?
A Trassus Resolve.

Segue uma coleção de dicas básicas e importantes, para não errar na hora de escolher essa peça tão importante, e as vezes, de grande dimensão dentro dos ambientes.

Tapetes Para o Banheiro:
Aquele costume antigo de um tapetinho na frente do vaso e outro na frente da pia, é coisa do passado. Saiu de moda.
Correto e atual é colocar um tapete peça única, tipo passadeira, que vai da frente da pia ate a frente do vaso.

Fora que esse fracionamento causa mais escorregões, por que peças muito leves não tem peso pra se manter firme no chão sem deslizar..
Usando um tapete inteiro, tipo passadeira, isso dará impressão de amplitude. Ele deve cobrir a maior área possível do seu banheiro.
Que seja de material sintético e lavável, por que tapete em banheiro costuma molhar ou sujar com frequência.

Closet:

Por ser um local onde costumamos caminhar descalços, use um tapete que cubra o piso quase inteiro
e que seja macio, para não agredir seus pés. Cuidado na abertura das portas para o tapete não interferir.

Cozinha:

Coloque também tapetes inteiros, como passadeiras, que amparem a frente da pia e do fogão, numa única peça . Ele serve pra dar cor e conforto (já que os porcelanatos atuais dificilmente tem essas características)servindo também para reter certas sujeiras, evitando que o piso fique com aspecto grudento, dessa forma basta que se remova de tempos em tempos para lavá-lo, protegendo de sujeiras e desgastes.

Também deve ser material lavável devido a líquidos que circulam pela cozinha.

Quarto:

Escolha um produto sobretudo macio, por que neste cômodo, geralmente circulamos descalços.
Ele deve passar, no mínimo, 0,70 centímetros de cada lado da cama, para cobrir o espaço de circulação.
Caso haja espaço suficiente, essa área pode ser de até 1 metro.

No criado mudo, o tapete pode passar rente ou até uns 0,15cm de distancia dele, pra frente. As laterais que ultrapassarem, podem dar suporte a pés de poltronas.

Sala de jantar:

Neste cômodo, as duas principais funções do tapete são: : Criar uma moldura pra mesa, e dar suporte para a movimentação das cadeiras (protegendo o piso de riscos e marcas).

O tapete deve exceder de 0,70 centímetros a 1 metro do tampo da mesa. Por exemplo, se o tampo da sua mesa tem 1×2 metros, compre um tapete no mínimo de 2,40 x 4 metros. Assim, puxando e reacomodando a cadeira, elas não irão atritar com o tapete, mas sim, deslizar por cima sem barreiras.
Não se preocupe em conjugar estampas, estilos ou cores, se a sala de jantar for no mesmo espaço que a sala de estar, pode ser usado um tapete totalmente diferente um do outro.

Sala de TV:

Priorize o conforto, por que aqui, um numero maior de pessoas podem circular descalças.
O material do tapete neste ambiente, pode auxiliar muito na acústica. Prefira um material sintético, de 0,10cm a 0,15cm de altura, que isso ira evitar ecoar som deste ambiente, no resto da casa.

taepte sala pawch

Tente colocar uma peça que passe por baixo do sofá, pelo menos uns 10cm além dos pés, para que o sofá ajude a fixar o tapete, de forma que ele ao sofra movimentação ou dobras quando passamos por ali de um lado pra outro. Pode ou não avançar por debaixo dos puffs e poltronas laterais, ficando a critério próprio.
Na lateral, o indicado é que o tapete exceda uns 0,10 cm pra cada lado do sofá.

Será muito interessante deixar um corredor entre a tv ou home, e o tapete, esse espaço sem tapete serve para circulação, e atravessar a sala de um lado ao outro, passando pelo tapete sem pisar nele, e sem comprometer as bordas com muita sujeira dos calçados.

Esperamos que esse manual ajude você a ter a melhor escolha.

Qualquer dúvida, ou mais dicas, pode ligar na Trassus que a gente te ajuda!
www.trassus.com
(48) 9188-8488 Whatssap

Um Abraço
Joselba Silveira.

Tapetes reduzem alergias.

Tapetes e carpetes são uma opção de revestimento muito popular.
Entretanto, estes artigos geralmente estão associados a alguns rumores e dúvidas, principalmente no tocante a alergias. A preocupação não é à toa: de acordo com dados da Associação Brasileira de Alergia e Imunopatologia, cerca de 30% da população do Brasil possui algum tipo de reação alérgica, o que equivale a mais de 50 milhões de pessoas. Mas, segundo o Carpet and Rug Institute (CRI), situado nos Estados Unidos, tapetes
e carpetes não são os vilões das alergias e podem ser uma solução viável e benéfica a todos.

A afirmação do CRI é baseada em estudos realizados ao redor do mundo. Na Suécia, por exemplo, resultados de uma pesquisa apontaram que o uso de tapetes e carpetes diminuiu 70% no país ao longo de 15 anos. No mesmo período, o índice de reações alérgicas na população aumentou 30%, fato que sugere que não há ligação alguma entre o uso de tapetes e carpetes a alergias e ataques de asma. Outro estudo realizado com mais de 20 mil pessoas em dezoito nações indica que a utilização deste tipo de  revestimento em quartos está associada à redução de asma e bronquite. No mesmo sentido, pesquisa desenvolvida em New Jersey (EUA) com 4,6 mil crianças em idade escolar sugere que ter tapete ou carpete no quarto está associado à maior assiduidade nas aulas e menor necessidade de medicações.

Então, se tapetes e carpetes não estão contribuindo para problemas de
alergia e asma, como eles ajudam as pessoas naquelas condições? A resposta é simples: eles atuam como um filtro, como uma armadilha para alérgenos, que vão desde pelos de animais de estimação, poeira e ácaros até pólen de flores, mantendo as partículas fora do ar. Uma vez presos, estes alérgenos podem ser facilmente removidos por meio de técnicas apropriadas de limpeza.

Fonte: http://www.abricbrasil.com.br/adm/?noticia=62